domingo, 15 de janeiro de 2012

Quando os políticos querem a "coisa" sai.


Vejam o exemplo do Governo de São Paulo (que controla a Cia. Paulista de Trens Metropolitanos-CPTM), que quer implantar um trem regional no trecho da serra Paulista  entre o Alto da Serra (de Paranapiacaba) à Raiz da Serra (Cubatão), com 8 km, muito semelhante ao nosso, aqui a Serra da Estrela  que está há anos paralizado, pois os principais decisores vão empurrando com a barriga, empurrando... empurrando.... empurrando...

Pastori


31/05/2011

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) lançou novamente, na última quinta-feira, 26, edital para estudos técnicos de traçado, viabilidade, operacional e ambiental para a implantação do serviço de trem regional entre São Paulo e Santos. A licitação para estudo do traçado São Paulo-Santos foi aberta em 31 de dezembro de 2010, mas no dia 5 de janeiro foi publicado seu adiamento por tempo indeterminado. A mudança no calendário se deu devido à necessidade de adequação ao decreto estadual 56.565, que alterou as regras para a aprovação e contratação de projetos básicos de obras e serviços de engenharia e arquitetura.

Em dezembro de 2010, a Secretária dos Transportes Metropolitanos lançou o estudo preliminar para restabelecimento de ligações ferroviárias regionais. Dois projetos foram avaliados para melhor atender a demanda entre São Paulo e Santos, estimada em 10 a 15 milhões de passageiros/ano. Estudou-se um projeto para a construção de um novo traçado, que implicaria na perfuração de túneis. 

Outro projeto prevê a utilização do antigo funicular da Serra do Mar com um novo sistema de cremalheira.  O modelo do trem para o percurso não está definido, mas estão sendo avaliadas tecnologias que permitam subir rampas de 7% e 8%  e circular no trecho de planalto e no litoral. A ideia é aproveitar ao máximo o que restou da antiga linha (sem utilização há mais de 50 anos), melhorando e reconstruindo trechos deteriorados.

Veja o estudo na íntegra no site da