terça-feira, 9 de agosto de 2011

Será? Novo marco regulatório das ferrovias aumentará o tráfego em Três Rios-RJ

Lembrando que a ANTT não estabeleceu metas de tráfego para a linha auxiliar, o principal vetor a ser responsável por um aumento de tráfego em Três rios.
No entanto para as demais linhas oriundas da Leopoldina na estado, principalmente o eixo Vitória-Rio a nova regulamentação traz esperança.

Três Rios - Publicado em 09/08/11 10h21
Novo marco regulatório das ferrovias aumentará o tráfego em Três Rios e beneficiará empresas locais
Autor: Riley Rodrigues

O novo marco do transporte ferroviário, publicado no último dia 20 de julho pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) fará aumentar o tráfego ferroviário em Três Rios e região. Um dos principais pontos do marco é o estabelecimento de metas de produtividade a serem cumpridos pelas concessionárias, que podem ser obrigadas a autorizar o uso de suas malhas por empresas que possuem trens, sejam ou não concessionárias, ou até mesmo devolver trechos para o governo federal.

Com o crescimento da demanda por transporte de minério, em especial com a construção dos portos do Sudeste (em Itaguaí) e do Açu (em São João da Barra), e com o Comperj (em Itaboraí) que fornecerá produtos da 2ª e 3ª geração de petroquímicos para a indústria mineira e goiana, principalmente,
as ferrovias passarão a ser demandadas mais intensamente e Três Rios ainda concentra um dos maiores entroncamentos ferroviários do país, com ramais da FCA e da MRS.

Esse mesmo ponto do novo marco regulatório do setor beneficiará as indústrias locais, que não precisarão mais depender da MRS ou FCA para utilizar o transporte ferroviário. O marco estabelece que as empresas
poderão contratar serviços de operadores diferentes, que não as concessionárias, ou terem seu próprio material rodante (trens) para utilizar a capacidade ociosa das concessionárias. Produtos industriais e da
construção civil, especialmente, podem ser beneficiados, uma vez que o transporte por trem é mais barato que o rodoviário, pelo volume transportado Um trem com 30 vagões de 50 toneladas cada equivale a um comboio de 83 caminhões de 30 toneladas. Outra vantagem é que as indústrias poderão contratar conjuntamente o serviço e dividir o custo do transporte, que ficará mais barato que o uso de caminhões.

Há pelo menos uma empresa em Três Rios interessada em utilizar o transporte ferroviário para trazer seus produtos para a Região Metropolitana do Rio de Janeiro, atuando no setor da construção civil, o custo com o uso do trem será bastante inferior ao frete rodoviário, uma vez que seu produto possui alto volume e peso mais baixo valor agregado.

http://entreriosjornal.com.br/noticia/23183-novo-marco-regulatorio-das-ferrovias-aumentara-o-trafego-em-tres-rios-e-beneficiara-empresas-locais