sexta-feira, 20 de junho de 2014

Expedição EFCB Ramal de Angra (Mangaratiba) - 22/06/2014



Olá, amigos e amigas !


É com satisfação que quero através desta mensagem informar e convidar a todos para participarem da expedição pelo trecho do ramal de Angra (Mangaratiba) da Estrada de Ferro Central do Brasil, entre as estações/localidades de Mangaratiba e Muriqui/Itacuruçá.


Também pretendo confirmar e passar mais alguns detalhes que não foram comunicados na mensagem anterior.


Este trecho que iremos percorrer atualmente é utilizado por trens de minério, principalmente, mas já foi utilizado por trens de passageiros até a década de 1980. Trata-se de um dos trechos ferroviários mais bonitos do país, atravessando belas cidades e bairros, a poucos metros do litoral da Costa Verde Fluminense.


Abaixo postarei alguns detalhes e pontos interessantes que poderão ser vistos, além de possíveis vestígios que poderão ser procurados e encontrados. Acompanhem:






Objetivos da expedição:


Percorrer, conhecer, analisar e descrever as características do percurso da ferrovia;


Promover um encontro amistoso entre os amigos do grupo, com troca de informações, conhecimento e experiências;


Criar uma lista que reúna informações que permitam criar um projeto de implantação no trecho de um trem de passageiros com fins turísticos e/ou transporte intermunicipal de passageiros. Apesar de dificil devido ao tráfego constante de trens de carga e dificuldades impostas pela concessionária, temos o argumento de que o transporte ferroviário pode oferecer uma opção rápida, segura, eficiente e ecológica de acesso à cidades e praias da Costa Verde Fluminense, como existiu há décadas atrás.


Coletar dados através de fotos, vídeos, depoimentos e entrevistas com moradores locais. A linha já foi utilizada para transporte de passageiros e ainda guarda alguns vestígios e ruínas de antigas estações.


Proporcionar um ambiente saudável, de exercício físico e relaxamento mental.






Cronograma:


Ponto de encontro dentro da estação D.Pedro II (Central do Brasil), ao lado do McDonalds, às 07:10. Às 07:45 sairemos em direção ao Terminal Américo Fontenelle, onde embarcaremos em uma van para Itaguaí (mais provável e rápida) ou um ônibus da Viação Real Rio em direção à Itaguaí, que sai às 08:00. Chegando à cidade, conheceremos rapidamente a estação ferroviária e embarcaremos em outra van, ou outro ônibus, desta vez, da Viação Expresso (Mangaratiba), em direção a Mangaratiba, onde iniciaremos nossa caminhada após uma breve refeição/almoço. A previsão é de que caminhemos pelo menos até a localidade de Muriqui, distante aproximadamente 17kms, o que deve levar em torno de 6:30 de caminhada. Caso estejamos adiantados poderemos caminhar até Itacuruçá mais 4 kms à frente, mas acho pouco provável pois a linha está ativa com trens de carga e isso possivelmente nos fará "perder" certo tempo (apreciar um trem nunca é perda de tempo, mas ...), além das diversas paradas, estações e ruínas do caminho, e da agradável paisagem litorânea, que nos tomará tempo com certeza.






Despesas previstas:






Condução para ida:


Central do Brasil – Itaguaí (de van): R$ 5,25 (com bilhete único) ou R$ 7,30 (passagem normal, em dinheiro)


Ou


Central do Brasil – Itaguaí (de ônibus – Empresa Real Rio): R$ 5,25 (Bilhete único) ou R$ 6,65 (passagem normal em dinheiro)


Itaguaí – Mangaratiba (de van): R$ 4,20 (não sabemos se aceita Bilhete Único)


Ou


Itaguaí – Mangaratiba (de ônibus – Empresa Expresso): R$ 3,80 (3 linhas com itinerários diferentes, preferencialmente a via BR-101)






Almoço:


Há diversos estabelecimentos na cidade, desde mercadinhos até lanchonetes e restaurantes. Caberá a nós na hora alguma opção para refeições, independente do horário, pois não poderemos esperar até meio-dia por exemplo, pois caminharemos por várias horas, e isso talvez possa atrasar o cronograma. De qualquer forma, é recomendável levar algum mantimento como água e frutas para consumo durante a caminhada, importante para hidratar e manter o corpo.






Condução para a volta:


Independentemente do nosso ponto final na caminhada, poderemos nos utilizar das mesmas conduções para retornar, sendo que em Itaguaí há opções para o Centro da Cidade do Rio (Central, mas de van, pois os ônibus circulam até o final da tarde apenas), Barra da Tijuca, Santa Cruz, Campo Grande, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, etc).






Descrição do trecho:


Saindo do Centro de Mangaratiba, os pontos de interesse seriam os seguintes:


Km 0,000: Estação de Mangaratiba;


Km 1,428: Parada Ribeira;


Km 2,686: Trecho de contorno do morro, com via asfaltada, um pouco ermo (mas deve ser muito lindo este trecho !);


Km 3,813: trecho urbanizado;


Km 4,693: Parada Engenheiro Junqueira;


Km 4,872: aparentemente, o leito estaria obstruído !


Km 5,410: Ponte e saída da linha para a Ilha Guaíba;


Km 6,397: Parada Figueiras;


Km 8,015: Estação Ibicuí;


Km 9,568: Parada Praia Brava;


Km 11,273: Ponte;


Km 11,932: Parada Saí;


Km 12,803: pontilhão;


Km 12,872: pontilhão;


Km 13,443: algumas casas;


Km 14,120: fim do trecho ermo;


Km 14,933: Parada Praia Grande;


Km 15,220: início do trecho ermo (parece existir um pontilhão);


Km 16,895: fim do trecho ermo;


Km 17,313: Ponte;


Km 17,628: Estação Muriqui;


Km 18,515: Ponte;


Km 19,112: trecho urbanizado de Itacuruçá


Km 21,727: Estação de Itacuruçá;






Dicas importantes para uma boa realização do evento, principalmente em caso de expedição (os ítens não estão em ordem de importância):

- Usar roupas leves;
- Levar uma muda de roupa sobressalente;
- Usar filtro solar;
- Levar água, suco, isotônico ou algum outro líqüido para hidratação (se possível, levar uma garrafa de dois litros).
Atenção: proibido levar bebidas alcoólicas !
- Levar barrinhas de cereais ou biscoitos, de preferência pouco condimentados e com pouco sódio (sal), para não desidratar, elevar a pressão arterial ou causar algum desconforto digestivo;
- Levar um guarda-chuva, de preferência aqueles pequenos que cabem na mochila, a não ser que haja mais de 90% de chance de não chover;
- Conforme o horário e local, usar repelente contra insetos
- Usar óculos escuros (opcional);
- Usar chapéu ou boné (opcional);
- Levar pilhas sobressaentes para câmera fotográfica;
- Levar dinheiro para almoço e/ou lanche, além de uns 25% de dinheiro a mais em relação ao total estimado, por precaução;
- Levar algum material relacionado à ferrovias ou referente ao local da expedição(opcional, apesar de importante)
- Deixar o telefone celular com a bateria carregada na véspera. Se possível, deixa-lo carregando durante a noite anterior ao evento;






Abaixo o trecho entre as estações/localidades de Mangaratiba e Muriqui/Itacuruçá, no Google Earth:


https://www.google.com/maps/ms?msid=209520967115245323567.0004fb5f607b4ae08e954&msa=0&ll=-22.954768,-43.983372&spn=0.095157,0.169086&source=embed






Link para maiores detalhes e confirmação de presença (pode ser confirmado também por e-mail ou no grupo Trilhos do Rio no Facebook):


http://www.trilhosdorio.com.br/forum/viewtopic.php?f=28&t=1165






Link do evento no grupo Trilhos do Rio do Facebook:


https://www.facebook.com/events/1512811335608238/?ref=4&source=1






De acordo com a previsão do tempo do site Accuweather para a Região de Angra dos Reis, o dia 22 será um dia predominantemente ensolarado, com temperaturas em torno de agradáveis 24 graus, sem possibilidade de chuva.


De qualquer forma, AGUARDEM UMA ÚLTIMA CONFIRMAÇÃO, que normalmente faço na véspera, por volta de 21:00 ou 22:00. Esta mensagem será a confirmação definitiva, fique de olho ! E caso chova durante o sábado ou na madrugada de domingo, a expedição poderá ser cancelada, mas eu irei ao ponto de encontro para comunicar algum detalhe.






Obs.: este roteiro me parece ser bastante interessante, deveremos conhecer um trecho ferroviário incrível !


Vamos que vamos, pessoal !






Atenciosamente,


Eduardo P.Moreira

“DadoDJ”
Administrador Trilhos do Rio