segunda-feira, 20 de junho de 2011

Turismo Cultural Ferroviário é tema de audiência pública

em 15/06/11 15:23:21

 
 Ao fundo Professor Victor José Ferreira do MPF, Sávio Neves Filho da ABOTTC Subsecretário Estadual de Turismo, Audir Santana, Hélio Suevo ao lado da Deputado aqui a direita.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 





Deputada Myrian
 
A Comissão de Turismo da Alerj, presidida pela Deputada Myrian Rios, promoveu hoje (14/06) uma audiência pública para debater o turismo cultural ferroviário no Estado do Rio. Com a presença do Subsecretário Estadual de Turismo, Audir Santana, e dos descendentes de Visconde de Mauá, o evento abordou a situação atual do setor, as perspectivas para os próximos anos, além dos projetos de reativação das estradas de ferro Grão Pará e Barão de Mauá. “As ferrovias são um patrimônio de grande importância para a história do nosso Estado e, por isso, estou trabalhando para revitalizá-las, buscando mecanismos para atrair investimentos”, afirmou a Deputada.

Como resultado da audiência, a comissão defenderá a criação de uma Frente Parlamentar de apoio aos ferroviários, inclusão no orçamento do Governo do Estado de emendas para destinação de recursos para as ferrovias e a realização de uma audiência pública.
Com os Secretários de Turismo dos municípios envolvidos para desenvolver um programa de recuperação dos trens turísticos. 
 
Autor: Assessoria de Comunicação - Myrian Rios
 
Nota do autor do blog; numa situação de encaminhamento para dissolução total do patrimônio feroviário do estado do Rio de Janeiro, ter deputados se mostrando favoráveis a manutenção da ferrovia já é um avanço.
Que fique aqui o registro para que nas próximas eleições possamos cobrá-los!
A discussão vem em hora oportuna, a modernização do metrô e dos sistemas de subúrbio em função dos eventos internacionais próximos está para lá de atrasada, a central logística está sendo liquefeita, e os ônibus urbanos estão sendo retirados do centro do Rio. já foi suspendida por exemplo a linha petrópolis-castelo, as demais linhas para o castelo devem desaparecer em breve. 
 
A criação de uma Frente Parlamentar de Apoio aos Ferroviários foi uma das sugestões apresentadas pela presidente da Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputada Myrian Rios (PDT), para auxiliar o setor. “Lutaremos por recursos para a área das ferrovias. Nossa malha ferroviária tem diminuído com o passar do tempo, pois alguns trechos têm sido abandonados. Devemos recuperá-la e reconhecer a sua importância”, frisou a parlamentar, nesta terça-feira (14/06), em audiência pública para falar sobre o desenvolvimento do turismo cultural ferroviário no estado.

Ouça na Rádio Alerj: 
 
 
Segundo o presidente da Associação Fluminense de Preservação Ferroviária (AFPF), Antonio Pastori, R$ 73 milhões serão necessários para realizar o projeto que aumentará o fluxo turístico fluminense através dos trens, além de criar novos postos de trabalho e minimizar os índices de poluição e acidentes. “Queremos uma mudança na realidade de lugares com muito potencial, porém pouco explorados. Nossa meta é devolver à população o prazer de percorrer o mesmo caminho que o imperador fazia, e, com a chegada da Copa e das Olimpíadas, disponibilizar o trajeto de Petrópolis ao Maracanã sem atrasos”, explicou Pastori.O presidente da Associação Brasileira das Operadoras de Trens Turísticos Culturais (ABOTTC), Sávio Neves Filho, informou que o Rio possui apenas sete trens em pleno funcionamento, contabilizando os de uso público e privado. O trem do Corcovado, que conta com quatro quilômetros de malha, é o que transporta o maior número de passageiros: cerca de 600 mil pessoas o visitam por ano.

O subsecretário de Estado de Turismo, Audir Santana, lamentou a atual situação do sistema ferroviário e se mostrou determinado a lutar por políticas públicas que revertam esse quadro.Durante o encontro, também foram tratados temas como a revitalização da Estrada de Ferro Barão de Mauá, primeira ferrovia a ser estabelecida no Brasil (ligava o Porto de Mauá a Fragoso), e o seu prolongamento, a Estrada de Ferro Príncipe do Grão Pará, desativada em 1964 (fazia a Barão de Mauá chegar a Petrópolis).
BeneméritaAo final do encontro, a deputada Myrian Rios recebeu, em consideração às suas iniciativas como presidente da comissão, o Título de Grande Benemérita da Sociedade Memorial Visconde de Mauá. Entre as iniciativas da deputada está a criação de um projeto de lei que institui no calendário do estado a data de 20 de abril como o Dia do Ferroviário. A homenagem foi concedida por Eduardo André e Francisca Chaves, tetraneto e trineta de Visconde de Mauá.Estiveram presentes na reunião os deputados Pedro Fernandes (PMDB) e Comte Bittencourt (PPS); o coordenador do Ponto de Cultura Barão de Mauá, Victor José Ferreira; e o presidente de Engenharia da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S/A, Hélio Suêvo Rodrigues.(texto de Natash Nunes)

Fonte:
Antonio Pastori
Presidente  da AFPF - Assoc. Fluminense de Preservação Ferroviáriaafpf.rj@gmail.com
+55 (21) 9911 - 8365
visite o site www.trembrasil.org.br