domingo, 19 de junho de 2011

Acertaram uma.

Para quem acompanha o blog, com certeza há um gosto de amargo no que fica escrito aqui.
Mas nem tudo é derrota, o vídeo do governo do estado, postado abaixo, é sobre a inauguração do transpasse da linha da supervia sobre a MRS no entroncamneto do KM 64 da EFCB.
Como eu não gosto de propaganda vou deixar mais umas observações amargas junto com o vídeo.

1-O direito de passagem e a prioridade de circulação, pelo ao menos no papel, sempre foram do estado do Rio de janeiro e dos trens de passageiros, logo acho que essa obra deveria ter sido bancada pela MRS...
2-A população foi afastada uns 2 Km da cerimônia, por causa de seu "amor" pelos políticos que ali estavam presentes.
3-Os 60 trens anunciados já estão atrsados faz um ano e meio.
dos 20 trens série 2005 (coreanos) 7 estão imobilizados. Além disso desde o início da concessão cerca de 50 trens entregues pela flumitrens foram transformados em clipes de papel.
4-O viaduto tem uma rampa muito íngrime do lado de Paracambi, além de problemas de deslizamento de um morro cortado ao lado da linha.
5-O secretário de tranportes Júlio Lopes, para dar importãncia a obra fala em "risco", se compartilhar ferrovias para carga e passageiros fosse esse perigo todo, teriamos um holocauto ferroviário por dia em São Paulo, onde toda a malha da CPTM é cortada de fora a fora por trens de carga.

Mas está lá! Pronto, apesar do lobby de se aproveitar a paralisação para as  obras para suspender o ramal.

E assim caminha aos tropeços, a ferrovia e o Brasil.

A propósito, não mudou muito a operação do ramal de Paracambi, o tempo de viajem não encurtou os intervalos tamém não, mas os atrasos diminuiram.




Curiosidade, esta obra deveria se chamar "viaduto de Paracambi" ou "viaduto Guedes Costa", já que não é uma alça para receber trens de uma outra linha, e não fica em Japerí, a EFCB após cruzar o rio Santanna (Km63) passa a correr em território Paracambiense e Guedes Costa é o nome de batismo oficial do posto do Km64. Mais um pouco aqui, http://www.estacoesferroviarias.com.br/efcb_rj_linha_centro/guedes.htm