segunda-feira, 16 de maio de 2011

Promessas...

Só lembrando que o governo do estado desativou o Batalhão de polícia militar ferroviária e dos recentes, arrastão no metrô e tiroteios na supervia e linha 2.

 Teleférico do Alemão vai ser esticado até shopping

Governo do estado também estuda outra estação próxima à Igreja da Penha. Estrutura começa a funcionar dia 21 com embarque gratuito de passageiros

POR MARIA LUISA BARROS
Rio - Os 70 mil moradores do Complexo do Alemão, no subúrbio do Rio, poderão, num futuro próximo, utilizar o teleférico para fazer compras no Shopping Nova América, em Del Castilho, e fazer suas orações na Igreja da Penha. As duas paradas, integrando a última estação, a da Fazendinha, estão em estudo pelo Governo do estado para serem incluídas na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Mês que vem, o meio de transporte começa a funcionar com passagens gratuitas.
Foto: Carlo Wrede / Agência O Dia
Teleférico do Alemão (ao fundo) pode ter parada integrada com metrô de Del Castilho, vizinho de shopping | Foto: Carlo Wrede / Agência O Dia
A intenção da Secretaria Estadual de Obras é integrar o sistema  de transporte coletivo às estações do Metrô, em Del Castilho ou Inhaúma. O governo já autorizou estudos de viabilidade para verificar quantas estações serão necessárias. Para chegar ao santuário, o teleférico poderá ter estações passando pela Estação Ferroviária da Penha, pelo Parque Xangai e o Largo da Igreja, abaixo das escadarias onde os fiéis compram artigos religiosos.

De acordo com a Empresa de Obras Públicas (Emop), os testes do teleférico terminam dia 20. Após essa fase, haverá um período de operação assistida, quando as 152 gôndolas estarão à disposição da comunidade, gratuitamente. As visitas guiadas servirão para orientar a população sobre a forma segura e correta de embarcar e desembarcar, pois as cabines não param.

O teleférico tem 3,5 quilômetros de extensão e seis estações espalhadas por 16 favelas da região. A previsão é de que a estrutura esteja funcionando plenamente no final do mês de junho, já com cobrança de entrada.

Mais transporte em favelas

Moradores da Rocinha e do Vidigal também deverão ganhar um teleférico. Além dessas comunidades, o PAC 2 deve beneficiar nove comunidades cariocas: Conjunto de Favelas da Penha, do Lins, da Tijuca, Mangueira, Cidade de Deus, Batam, Juramento, Rio das Pedras, a Favela Kelsons e o entorno do Mercado São Sebastião, na Penha. Ao todo, esses projetos estão orçados em R$ 5,2 bilhões.