segunda-feira, 1 de março de 2010

Site da SuperVia é atacado por hacker e fica fora do ar

Rio - Na madrugada desta sexta-feira a página da concesssionária SuperVia, responsável pela operação dos trens urbanos do Rio de Janeiro, foi atacada por hackers. Na invasão, o site teve os destaques principais trocados por imagens da superlotação das composição e sobre o episódio em que seguranças da empresa bateram nos passageiros com chicotes, no ano passado.

Na segunda-feira passada, outro episódio assustou os passageiros que circulavam no ramal de Japeri. Um trem que ia em direção a Central do Brasil, andou sem o condutor por pelos menos duas estações, atingindo cerca de 80 km/h. Por causa de um problema, o maquinista desceu na estação de Ricardo de Alburqueque, na Zona Norte, e a composição começou a se movimentar.

Funcionários da SuperVia tiveram que desligar a energia para evitar que acontecesse um acidente. Houve despero dentro da composição, mas por sorte ninguém se feriu. Por causa incidente, os atrasos chegaram a 40 minutos nos ramais de Japeri, Deodoro e Santa Cruz. Em depoimento, o maquinista admitiu que estava fora do trem.

A página amanheceu fora do ar nesta sexta-feira por causa do ataque feito pelo hacker, que deixou a assinatura em algumas das imagens. No perfil que mantém no Twitter, a empresa lamentou o episódio e afirmou que vai tomar medidas judiciais contra o invasor.


POR RENATO COZTA


http://odia. terra.com. br/portal/ digital/html/ 2010/1/site_ da_supervia_ e_atacado_ por_hacker_ e_fica_fora_ do_ar_59994. html