sábado, 17 de outubro de 2009

secretário incopetente e corrupto de transportes Julio Lopes acusa topiqueiros de promover baderna em estações de trem

Mesmo sem o resultado oficial das investigações da Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes (Agetransp) e da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD), o secretário estadual de Transportes, Julio Lopes, já achou culpados para os tumultos ocorridos nas estações da SuperVia da Central do Brasil e em outras quatro do ramal de Japeri, na quinta e na sexta-feira: topiqueiros. De acordo com o secretário, foram identificadas entre os participantes das manifestações pessoas ligadas a vans.

Para o secretário, as ações teriam sido motivadas pelo aumento de 20% no número de passageiros registrado pela concessionária por causa da repressão às vans. Julio citou ainda a legalização do transporte alternativo feita pelo Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) que, segundo ele, dificultou a vida dos topiqueiros:

— Não gosto de falar nada precipitado, mas as evidências são de reações acima do razoável.

A certeza do secretário é baseada na apreensão de paralelepípedos perto do trem que apresentou problemas na Central do Brasil e também no viaduto da Avenida 31 de Março, que passa sobre a estação.

— Isso não dá ali, nem cai do céu e nem passarinho leva no bico — disse Lopes

Para Julio Lopes, as evidências de uma ação orquestrada por um grupo são fortíssimas:

— A quem interessa quebrar os trens da população? Como em 12 minutos já saltam para impedir o trem? Se o cara está a fim de trabalhar, vai pegar um ônibus ou pegar outro trem e não impedir que a composição chegue.
A declaração de Julio Lopes caiu como uma bomba entre pessoas ligadas ao transporte alternativo. Presidente do sindicato dos proprietários de vans, Marcelo Cerqueira acusou o secretário de tentar achar um bode expiatório para os problemas da malha ferroviária:

— Ele com certeza fez uma afirmação leviana. Vou entrar com uma representação contra ele no Ministério Público pedindo que apresente elementos para comprovar a acusação.


nota para quem não sabe o estado do rio de janeiro possui uma companhioa de transporte ferroviário, a central logística, que consegue prestar serviços piores que os da supervia. depois que júlio lopees virou secretário de transportes mais de 30Km de ferrovia do estado foram desativados.
O senhor júlio Alienado Lopes acha que o passageiro não deve se aborrecer com atrasos de 12min, bom vamos tranca-lo num espaço superlotado sem ventilação e ver se continua a ter a mesma opinião, o secretário diz "Se o cara está a fim de trabalhar, vai pegar um ônibus(...)' bom eu gostaria de lembrar que a supervia não transporta ninguém de graça e não somos obrigados a pagar outra passagem além da que já foi paga no trem.
Se gente como júlio lopes for ouvida logo estaremos em senzalas pagando para trabalhar como no tempo dos escravos. A chibata já está aí....