sexta-feira, 14 de março de 2014

(I)Mobilidade Urbana: O Brasil desperdiça bilhões - e quem paga é você!

Dia 15/03, a partir da 10h:30, no Clube Social Rosario, em frente a Estação ferrov. de  Saracuruna/RJ, vai haver um importante debate sobre a Mobilidade Urbana sobre trilhos na Baixada Fluminense, tema que suponho interessar muitos aos usuários que - se não são reféns da SuperVia - ficam presos horas e horas nos eternos congestionamentos nas vias  Dutra, BR-040, Rio-Magé, Avenida Brasil, Niterói-Manila, Linha Vermelha, Amarela...etc.

Em seguida, no dia 21/03, em Viçosa/MG, vai haver uma a Audiência Pública para discutir os (mal)efeitos da espúria e famigerada Resolução 4.131/2013 da ANTT, que deve erradicar mais de quatro mil km de trilhos, sendo uns mil km classificados como economicamente inviáveis (coisa temporária, a meu ver), e mais uns três mil km que terão o  tráfego de cargas paralizado para modifica-las com melhor traçado e  maior capacidade (obviamente os Portos não fazem parte dessa agenda).

Balela! 

O vídeo abaixo mostra como o governo federal é ineficiente na condução de obras ferroviárias para o transporte de cargas.  Quanto aos trens de passageiros, os governos não estão nem ai, e assim todos estamos pagando a  conta (exemplo:  Ferrovia Norte Sul), quer sob a forma de impostos, quer presos em congestionamentos intermináveis, quer vítimas de acidentes de trânsito. O vídeo abaixo é de uma clareza impressionante e mostra bem essa situação que se perpetua há anos... e anos... fruto do descaso das "OTORIDADES" com a Mobilidade Urbana.


Se vc gostou do conteúdo do vídeo, o  link abaixo contém o texto integral da matéria. Merece ser lido, digerido e, se vc se indignar, repassado para seus contatos. 


Com certeza esse material vai inspira-los  e servir de subsídio para alimentar boas discussões em reuniões sobre mobilidade e, sobretudo obscuras  Audiências Públicas de novos projetos de mobilidade dos Governos, que quase sempre são ilusoriamente eleitoreiros, pois projeto mesmo, como manda o figurino, existem poucos, muito poucos. No final, nós é que pagamos a conta!!

Oremos, pois. E muito!

At//

Pastori
 
obs: dia 30/04 a primeira ferrovia do Brasil (hoje em frangalhos, leito invadido, etc..), a E. F. de Petrópolis, vulgo E. F. Mauá, comemorará seus 160 anos. A obra foi toda feita com recursos próprios do genial Visconde Mauá, sem  nenhum  centavo de recursos públicos. Sorte dele!