quinta-feira, 21 de junho de 2012

O metrô que o rio precisa?

As terríveis e inesplicáveis decisões do governo do estado na expansão do metrô do rio parecem vir do nada, é quadse impossível entender como alguém consegue ser tão incompetente, a causa mais óbvia seri A CORRUPÇÃO. Vira e mexe além de nos depararmos com algumas punhaladas da própia população, não bastasse o governo-quadrilha as lutas de classes socias deturpam e distorcem a boa engenharia olha so o exemplo abaixo;


Nota-se no mapa acima claramente a preocupação em trazer os passageiros de Niteroí, da zona Oeste e da baixada fluminense em direção a linhas transersais sentido norte-sul, para acesso tando do centro quanto da região litorânea. o mapa representa o sistema de trasnporte metropolitano sobre trilhos planejado dsde a décadade 60 e que deveria ser executado pela  CENTRAL, foi abandonado em função da "priorodade" olímpica.
Essa inversão de valores gerou uma resposta da sociedade o projeto "o metrô que o rio precisa", ao invés de ser uma resposta clara para unir os cidadãos em torno de uma expetativa da melhora da qualidade de vida do carioca, a manifestação é uma tentativa de concentrar esforços na execução de uma obra ligando APENAS os novos ricos da Barra ao centro, e que se danem os usuários de trem e da linha 2.




Projeto "zona sul" para o metrô não é ruim, pelo contrário necessário, mas se coloca acima das necessidades da população da cidade em detrimento de turistas e da clase média alta cansada de ficar com seus carros de luxo nos engarrafamentos. Compare com o planejamento da CENTRAL no mapa anterior e veja a diferença da densidade de linhas previstas para a zona norte.





E assim segue o carioca rumo a copa e a olímpiada, via engarrafamento, favela, e guerra social.