terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Mais uma da Supervia




Trem disparou sem maquinista e só foi parar mais de 10 Quilômetros depois.
O governador após renovar a concessão das "pestes", disse que ia dar um "puxão de orelha" nas concessionárias. Enquanto milhares de vida estão em risco devido às práticas de manutenção deteriorada do metrô e da supervia, o viadinho ao invés de acabar com essa baderna, fala como se estivesse chamando a atenção de uma criança.
Seis pessoas já morreram em Austin ano passado por causa dessa postura irresponsável do estado na fiscalização das concessões.

Esse é Sergio Cabral mostrando o valor que a classe política fluminense dá a população, nos querem escravizados na base da chibata, mortes são aceitáveis afinal pobres não são gente.

Além disso, não foi noticiado na "imprensa oficial" mas houve tumulto e quebra quebra em Mesquita, com feridos, já que a supervia mesmo após interromper totalmente a circulação se recusou a devolver o dinheiro.

Gostaria de saber quanto essas empresas vão doar de caixa 2 para a campanha dessa turma.